Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Posts na categoria "Sem categoria"

Frank said what? legenda suas fotos

22 de outubro de 2012 0

Brace yourself para o app de iPhone mais hipster e mais irônico que você já viu. Pra começar, a logo já tem um bigode e óculos de aro redondo. Enfim, o Frank Said What legenda e aplica um filtro de cores em qualquer foto que você enviar. Na página do Facebook, o app se apresenta como Frank, o aplicativo de fotos que fala o que vê. Ele é leve, baixa rapidinho e em segundos já dá pra fazer o envio da imagem. Na página do Facebook, bebês e cachorros já tomam conta dos posts.

Incrivelmente, as legendas são realmente engraçadas e criadas por um grupo de pessoas que recebem as fotos. O trabalho é manual mesmo, não tem nada de mecanismo que reconhece elementos de fotos ou coisa assim.

O projeto é do Terrarium, um time de pessoas que começou no MIT Media Lab e hoje pensa e executa projetos que misturam design e tecnologia, como o Frank.

OBS: o projeto encerrou hoje (23/10), pela tarde, mas há possibilidade de voltar.

Razões para o cara que conserta seu computador odiar você

11 de outubro de 2012 0

O Cracked, site que faz listas sobre as coisas mais randômicas (todas são muito engraçadas), fez um vídeo listando os motivos pelos quais o cara que conserta seu computador odeia você. Primeiro, o vídeo lembra que a maioria das pessoas confia em alguém da família ou em um amigo para ver o que deu de errado com a máquina. Geralmente, a pessoa também não sabe o que é, mas consegue uma solução procurando pelo problema no Google (algo que o dono do computador poderia ter feito muito bem). Entre outras coisas, o vídeo cita aquele cara que está sempre reclamando que o computador de mais de 5 anos está lento e quer que alguém faça alguma coisa.

Se alguém pedir ajuda para arrumar o computador, use o lmgtfy.com. O let Me Google That For You.

Gangnam Style em 8-bit

04 de outubro de 2012 0

Depos das infinitas paródias e mashups de Gangnam Style, surge uma em 8-bit. Assistam, é divertida.

Tumblr vai cobrir o debate presidencial dos EUA por GIFs!

03 de outubro de 2012 0

O primeiro debate entre Mitt Romney e Barack Obama acontece hoje e o Tumblr Gifwich estará cobrindo tudo por meio de GIFs! Isso mesmo, todas as expressões, silêncios, alfinetadas e caras e bocas dos candidatos estarão lá em tempo (quase?) real.

O Tumblr contratou um time de gif makers muito conhecidos como o Mr. Gif, Topherchris, Bobby Finger, Lacey Micallef para a tarefa.

Se você tem uma conta no Tumblr, siga. Mas o election.tumblr.com alerta: sua timeline será floodada. Se não quiser ser inundado por posts de Obama e Romney, olhe de vez em quando o Giwich e divirta-se. Bem que poderia rolar um assim em 2014 no Brasil. Gif agora é informação, vai dizer. Os americanos são muito foda em fazer as coisas mais incríveis envolvendo os candidatos à presidência, desde camisetas e produtos a essa cobertura muito a cara da internet em 2012.

Um Instagram de tipografia

03 de outubro de 2012 0

Apesar de que já é muito comum compartilhar fotos de letreiros, placas, frases, páginas de livros, etc, no Instagram, eis que surge um app muito parecido com ele mas específico para tipografia. A regra é clara: no Fontli, só se publica fotos de fontes e tipos diferentes vistos pelo mundo a fora. É um Instagram para designers, basicamente, mas sem os filtros. No Fontli, tudo é #nofilter e as fotos são publicadas exatamente como foram tiradas (a não ser que você tenha o app Camera+, que já é integrado com a câmera do Fontli e único método de edição de fotos.)

Ainda com pouquíssimos usuários, os posts mais populares têm (a estrutura é muito parecida com a do Instagram e tem uma Popular Page) entre 2 e 6 likes e quem correr dá pra pegar o username que quiser. Conectei rapidamente com a conta do Facebook e logo, logo já consegui postar uma foto.

O que Hillary Clinton faz quando está entediada

01 de outubro de 2012 0

Um dos tumblrs mais engraçados de todos os tempos  foi o Texts from Hillary. Agora, Hillary Clinton vai ter um novo meme por aí depois de ter sido fotografada desenhando nas folhas de seu discurso durante a Assembleia Geral da ONU. O  When Hillary is Bored é incrívelmente engraçado e já tem algumas postagens boas. Detalhe:  o primeiro post do Tumblr menciona um estudo de 2009 que diz que os ‘doodlers’, ou rabiscadores, essas pessoas que ficam desenhando durante as reuniões ou na aula, que nem a Hillary, conseguem reter melhor e mais informações chatas que os que não fazem.

Fotos: Getty e Reuters

Big Post sobre o #SMWSP

26 de setembro de 2012 0

Pra quem não sabe, o Social Media Week é um encontro que discute as mídias sociais e ocorre simultaneamente em 14 cidades do mundo até sexta-feira. A repórter Ju está em São Paulo e trouxe as novidades do SMWSP para o Queridos Geeks

Não se preocupe se você não encontrou a latinha de Coca-Cola com seu nome. É mais ou menos um “seus problemas acabaram”. A Coca-Cola vai ter um quiosque percorrendo o Brasil para fazer as latinhas personalizadas, novidade que começou via app do Facebook e já tem 2,5 milhões de latinhas com nome. A notícia foi dada por Gian Martinez, gerente sênior de excelência criativa da Coca-Cola Brasil, na segunda-feira, durante o primeiro dia da Social Media Week, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Os caras mantêm até um SAC exclusivo pra atender as pessoas que não encontraram seus nomes nas latinhas e garrafas vendidas no mercado. E Gian mostrou que tem gente vendendo as latinhas no Mercado Livre e “um grupo de ajuda” que vai aos pontos de venda, encontra a latinha e posta no site onde encontrar àquela com o seu nome.

Aproveitando a onda (e indo pra baleia?): Com 19 anos e inspirado em uma madrugada, Ricck Lopes criou o perfil da Gina Indelicada – uma mistura de conselhos da caixa de palito na época em que o amor está banalizada, esta última constatação e explicação para o perfil, segundo seu criador. Participante da Social Media Week, que ocorre até sexta-feira, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, Ricck mostrou dados de audiência – são 2 milhões de likes na página em pouco mais de um mês -, um pouco do que já havia feito antes (perfis Muito Tédio e Dona Marlene) e algumas dicas de como fazer conteúdos legais para as redes sociais.
- Tem que aproveitar o momento, surfar no tsunami (em uma alusão à menina que salvou pelo menos 100 pessoas no Tsunami no final de 2004 porque tinha noções de geografia), explorar o calendário e sugerir novos usos dos produtos – conta Ricck, contemporâneo de Nissim Ourfali, já que os dois começaram a fazer sucesso mais ou menos na mesma época.

Tire uma foto
Nos banheiros do Museu da Imagem e do Som, onde rola a Social Media Week, a galera é estimulada a tirar uma foto legal, postar no Instagram e ter a chance da sua foto virar imã. As fotos ficam sendo exibidas em uma televisão, no saguão do Think Tank Stage.

Os balões da Heineken
Na terça-feira, Kiko Steinhoff apresentou, no Learning Stage da Social Media Week, a ação da Heineken, realizada em janeiro para comemorar o milhão de fãs na página da marca no Facebook. A ideia era “1 like = 1 balão”. E como mostrar os balões sendo cheios pra galera? Fácil! Fazendo vídeo! Com isso, os comentários da galera praquele post viraram vídeos divertidos. Foram feitos 30 vídeos – num total de 100 mini-roteiros, das 10h às 19h de  13 de janeiro deste ano. Kiko explicou que a ideia da agência era fazer os fãs comemorarem junto com a marca. Deu certo? Relembre em youtube.com/umlikeumbalao

Big post sobre o #youPIXFestivalPOA

20 de agosto de 2012 0

Sexta e sábado foi dia de youPIX Festival em Porto Alegre. Foi a primeira vez que o youPIX trouxe o evento para o Sul. Antes, quem não podia ir a SP, ficava aqui chupando o dedo e vendo a transmissão ao vivo online (foi o que eu fiz). Pois bem, nesse ano, rolou e tava muito bom.

Finalmente conheci o Brad Kim, o editor do Know Your Meme! Ele tem 25 anos, é coreano, mora em NY, estudou jornalismo na NYU e agora trabalha no KYM,um grande catálogo de memes. Ele começou lá como estagiário, em 2009, e agora comanda a equipe. Antes mesmo de encontrá-lo no youPIX, eu tinha feito uma entrevista por telefone com ele que vou postar aqui.

Ele veio com a namorada, a Layla, que é uma fofa e estava com uma câmera digital que, segundo o Brad, é bem popular no Japão: uma Digital Harinezumi. Procurando, achei na Amazon por U$ 165. Dá pra transferir as fotos por USB para o computador e dá pra gravar vídeos. Ela cabe na palma da mão e tem um formato mais arredondado.

O Brad veio pra falar sobre o trabalho deles no KYM, mas outras mesas também debateram os memes e o que eles verdadeiramente representam na cultura digital e no modo que as pessoas se comunicam hoje. A minha camiseta é um exemplo de que a coisa ficou séria mesmo. Achei por R$ 10 reais numa lojinha de beira de praia, em Santa  Catarina, que vendia coisas como lembrancinhas, pulseirinhas e talicoisa. O Brad comentou que nos Estados Unidos é mais difícil de achar roupas com referências a memes, mas que no Brasil, ele tem visto demais, e que aqui essa cultura é muito forte e que muitos dos virais e dos memes que surgem têm origem brasileira. O #tenso é um deles, como explica o KYM. A Bia Granja, editora, curadora e pessoa que comanda tudo isso, debateu o assunto de memes com o Cid do Não Salvo, a professora e pesquisadora Adriana Amaral e com a Rosana Hermann.

Foto: Andressa Barros

Por sinal, enquanto tudo isso acontecia, o Nissan Ourfali viralizava. E lá, além do PC Siqueira e do Não Salvo que foram os caras que mais pararam pra tirar foto com os fãs, o Erik Gustavo, criador do Marcelinho dos contos eróticos, era um dos mais assediados. Ele leu vários continhos pornôs alí na Sala VIP do youPIX. O Erik contou que quando ele era mais novo, curtia ler esses contos pra rir (pra se excitar tem fotos, calma) e ele achava engraçado que eram todos mal escritos e cheios de erros. Um tempo depois, ele decidiu desenhar um personagem e pediu para que um amigo consturasse um fantoche, assim ele seria um boneco original sem ter qualquer ligação com outras coisas. Funcionou. Ele até já leu o Fifty Shades of Grey,  a trilogia erótica que tá vendendo muito pelo mundo. Olha aí: http://50shadesofgrey.com.br/marcelinho-le-trecho-de-cinquenta-tons-de-cinza

A Coca foi com seu app muito legal Meme Match,super bem planejado por sinal. Ao entrar na cabine, o aplicativo conectava com a conta do Facebook  da pessoa e logo depois sorteava um meme pra imitar. Uma tela alí fora mostrava o resultado e no fim, a foto era compartilhada no Facebook.

Um dos papos mais esperados era sobre badgeficação e gameficação. Escutando tudo,  fiquei sabendo de dois sites interessantes que prestam esse serviço de premiação para usuários. O Big Door tem esse objetivo. O Pase, do blog Multiplayer, lembrou que um tempão atrás, pra ganhar badges com jogos de vídeo game, o jogador tirava foto do score e mandava para a Activision, que mandava o prêmio. Quem é dos anos ’80 por aí, lembra disso!

Enfim, o youPIX provavelmente volta ano que vem pra cá, e em novembro tem no Rio! Vai lá no site do youPIX pra ver os vídeos dos Hubs e outras cositas mais!

<3

~tils~? WTF?

15 de agosto de 2012 0

Não minto se falar que já ouvi essa pergunta e debates sobre o uso do til entre palavras na internet algumas vezes. Todo mundo tem uma ~teoria~ diferente.

Acho que a primeira vez que notei os ~~~~  foi ano passado, quando um daqueles humoristas de internet  usou em um tweet. Até então, achei estranho, mas pra mim, parecia um substituto às aspas, uma coisa meio irônica. Como eu usei alí, na segunda frase desse post.

Aquele uso dos tils me fez lembrar do Dr. Evil, do Austin Powers. Ele fazia aspas com os dedos cada vez que ele queria ser irônico com alguma coisa.

Nos 11 segundos, ele faz os dedinhos ao dizer ~laser~

Não demorou muito para eu começar com a tal mania de colocar tils antes e depois de certas palavras,  e foi uma coisa bem irracional. Quando eu vi, tava lá e comecei a me policiar pra não usar, é um daqueles vícios de linguagem que a gente pega por ficar conectado o tempo inteiro.

A moral disso tudo, na verdade, é entender como a gente começa a usar essa nova linguagem da internet sem se dar conta. Entendemos o significado e o contexto, mas de tanto ver, começamos a usar sem nem pensar no que significa, ou quem começou com essa ~modinha~. Que nem quando estamos aprendendo um idioma novo e depois de muitas aulas, falamos uma palavra nova do nada! É a convivência.

A hashtag, por exemplo, é um desses símbolos da web que começamos a usar sem que ninguém nos ensinasse. Agora, para contextualizar  qualquer assunto , queremos usar #, seja no digital ou fora dele. Revistas e jornais que adotam um pouco dessa linguagem blogger usam hashtags e no papel, seria um tanto inútil já que não dá pra clicar na tag e ver quem mais a usou e o que as pessoas estão falando, como no Twitter. No fim, a # no meio impresso tem um motivo, serve para contextualizar o assunto, servir de acompanhamento de um comentário no final de um texto sem precisar explicar muito como você se sente sobre aquilo #tenso, ou simplesmente para deixar a linguagem mais próxima da qual usamos aqui.

Ainda não vi nenhuma revista usar os ~tils~ mas acho que não vai demorar muito.

8 curiosidades sobre o Curiosity Rover

06 de agosto de 2012 2

O maior laborátorio sobre rodas pousou em Marte nesta madrugada. O Curiosity Rover foi assunto nas redes sociais e milhões de pessoas acompanharam a cobertura online do robô chegando em Marte. Foi tão lindo ver os cientistas da NASA, depois de 10 anos, comemorando o fato do robôzinho ter pousado com tranquilidade no planeta vermelho. Momento histórico!

Saiba 8 curiosities (trocadalho do carrilho) sobre esse robô que é igual o Wall-E!

- Ele tem seu próprio Twitter, o @MarsCuriosity (que dá as notícias em primeira pessoa).

- Para pousar, ele passou por sete minutos de terror. O vídeo abaixo explica tudo (assista TUDO, é emocionante)

- É o primeiro laboratório completo sobre rodas a pousar em outro planeta.

- Ele custou U$ 2.5 bilhões

- Ele é movido a energia nuclear (e chegou em Marte no dia do aniversário de 67 anos de Hiroshima e Nagasaki)

- O Curiosity viajou oito meses para chegar em Marte

- Leva 14 minutos para uma mensagem do Curiosity chegar na terra.

- O jipe espacial (sim, ele tem o tamanho de um carro pequeno) vai passar dois anos explorando o Planeta vermelho